quinta-feira, 31 de março de 2011

Deixa-me escrever isto hoje, antes que seja amanhã.

Já alguns dias que tenho reparado no contador deste blog e tenho achado muito estranho.
Nestes últimos tempos o blog tem deixado aquela tradicional posição salazarista do "muito orgulhosamente só" e tem tido muitos visitantes.
Ainda pensei que pudesse ser algum problema informático do contador que pus no blog. 
Fui ver as estatísticas do Google e de facto há muita gente que não tem mais nada para fazer na vida do que vir visitar este blog. 
Deviam ter vergonha e algum juízo.

Vejam a estatísticas deste mês de Março. Ainda o mês não acabou e já tem estes números astronómicos
como é que isto pode ser!!!????? ontem foram visualizadas 95 páginas ?? Estará todo mundo maluco???

E estes números??!! O Japão tem 15 visualizações ??!! E aquele doido varrido com o Ipad a ver este blog???  Já agora alguém me diz o que é um "RockMelt" (está nas visualizações por navegador)
Algo de muito tenebroso se tem passado. Não pode continuar assim.

Qualquer dia alguém cria no Facebook um movimento apoio a este blog.
Já estou a imaginar, Movimento Questiuncas à Rasca.
Só falta marcar uma manifestação geral a nível nacional, excluindo Lisboa, para o dia 16 de Novembro.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Poema da crise

Não fui boy, não fui distinguido
Não sou laranjinha, não vou ser contemplado
Vou continuar na mesma, vou continuar tramado.

terça-feira, 15 de março de 2011

Segurança nº 19 ao seu dispor

Local: aeroporto do Porto (também se costuma chamar de Francisco Sá Carneiro, mas...)

Estava à espera do desembarque dos meus barcenolistas cunhados, quando um senhor vem ter comigo. (o diálogo não foi exactamente assim palavra por palavra, mas anda lá perto) 
- Desculpe é funcionário do aeroporto?
Respondi que não.
- Pensei que fosse. É que vi no seu kispo o nº 19, pensei que fosse segurança do aeroporto.
E de facto é verdade, na manga esquerda do meu kispo, na parte de cima quase a chegar ao ombro está lá uma etiqueta cosida com o nº 19. Mas também está lá escrito, nessa mesma etiqueta (vi agora) Quebramar.
Voltando ao tema do post. Continua o senhor a falar comigo e a olhar para o telemóvel que tinha na mão:
- É que a minha filha está em Viena e mandou-me uma mensagem a dizer que vinha às 11.
Pergunto-lhe se já foi ver no placard das chegadas se estava lá estava algum voo de Viena. Responde-me, ainda a olhar para o telemóvel:
- Se calhar vem amanhã.

quarta-feira, 9 de março de 2011

O brinco e o pensamento

Local: estação do metro de S. Bento.
Na plataforma estavam algumas pessoas, não muitas, mas as suficientes para dificultarem a saída dos que vinham no metro. 
Sai uma rapariga apressada e esbarra numa das pessoas, o bastante para um brinco lhe saltar da orelha e começar a rolar pelo chão.
Pensamento imediato meu" Antes isso que um parafuso".