sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Pergunta para pensarem durante o fim de semana ou durante o resto das vossas vidas


15 comentários:

  1. A idade da inocência!
    Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Resposta muito inteligente, mas de quem vem, nem outra coisa seria de esperar.

      Eliminar
  2. Para mim é fácil responder a essa pergunta. Eu teria doze anos e sete meses e quatro dias. Ou seja, sou uma autêntica criança! Mas uma criança sem estar naquela idade de ainda fazer as birras por tudo e por nada, nem a idade da maluquice e estupidez da adolescência. Tenho a idade daquele meio termos, em que tudo é perfeito.
    :-D

    Agora vamos ficar à espera de resposta do Questiuncas e dos restantes.
    ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tretas, tretas e mais tretas. Acredito que o Remus seja uma criança, mas uma criança daquelas bem rabugenta.

      Eliminar
    2. Rabugenta (adj. Que tem rabugem ou mau humor)?
      Mas eu tenho mau humor?
      Fónix!
      Amuei!
      Entrei em oficialmente em blackout!

      Eliminar
    3. O Remus é mesmo um menino amuado.
      Parece que está a precisar de um xicolate para desamuar e desarrabugentar.

      Eliminar
    4. Não existe xicolate que faça esquecer as palavras ditas.
      Rabugento... mau humor... pois sim!
      Continuo oficialmente em blackout.

      Eliminar
  3. De facto uma pergunta de impacto. Colocou-me a refletir... Lembrou-me que o tempo é implacável...
    Já passou o momento de minha vida em que seria tão fácil quanto foi para Remus responder esta questão. Talvez este momento não volte. Também não sei se quero que volte.
    Acredito viver um momento atemporal. O tempo torna-se insignificante, apenas uma palavra no dicionário.
    Sendo assim é tão difícil para mim responder tal pergunta quanto seria a um lápis tentar explicar a própria origem. Talvez seja mais fácil para o lápis :).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se foi uma pergunta que o pôs a pensar, é porque tem a idade certa.

      Eliminar
  4. Ora bem...eu teria a idade aproximada do Matusalém, o que colocaria a data do meu nascimento lá para o ano 1048. Ora isto abre-me um mundo de possibilidades alucinantes. Imagine-se que poderia ter ajudado o Afonso (Henriques) e dar-lhe algumas dicas em relação aos mouros, poderia ter vivido em Florença na época do Renascimento e poderia ter tido longas conversas com o Leonardo (da Vinci) para ver se absorvia alguma da sua "louca" genialidade e poderia ainda ter vivido os loucos anos vinte com a vetusta idade de 842! (note-se que tudo isto pressupõe o facto de estar num ótimo estado de conservação) :)
    Ó sim, sim, sim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre pensei que fosse mais jovem. Mas se tem a idade do Matusalém, uma coisa é certa, ter uma idade assim tão avançada tem as suas vantagens.
      É continuar com esse espírito jovem.

      Eliminar
  5. Mesmo sem saber quantos anos tenho, a idade é a que tenho e o resto é conversa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O João é o mais novo de todos nós.
      Basta ir ao Grifo e ver a dinâmica que tem, não é para qualquer um, e o resto é conversa.

      Eliminar
  6. Não tenho idade, tenho o tempo que já passou e desse não me lembro.
    Agora, agorinha mesmo sinto-me com 20 anos , mais coisa menos coisa :) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excelente resposta e assim é que tem que ser.

      Eliminar