segunda-feira, 13 de outubro de 2014

A vossa insatisfação

Inicialmente pensei em fazer um concurso do tipo, quem adivinhava o edifício onde esta fotografia foi tirada. 
Como seria um concurso teria de haver prémio. Em tempos de crise o prémio teria de ser simbólico, um chocolate.
Mas depois lembrei-me daquele provérbio tão certeiro para o povo português: dá-se a mão, querem logo o braço. Já estava a ver os concorrentes a reclamarem com o prémio, pois queriam, não um chocolate, mas sim a fábrica de chocolates da Regina.
Portanto fiquem só com a fotografia que já é um belo prémio para as vossas vistas.

(eu escrevi que a fotogtrafia era um belo prémio??!!, estraguei tudo, já vai aparecer alguém a reclamar com o miserável prémio, ainda vai ter a lata de dizer: se fosse a Yashica....

P.S. (ou em inglês técnico UPDATE) - Hoje de manhã bem cedinho (14-10), meti-me a caminho para ir pessoalmente entregar o prémio. Infelizmente, devido à chuva o piso estava escorregadio e caí. Amassei um bocadinho o chocolate, mas ainda dava para comer. Poucos passos adiante, não reparei numa casca de banana e tornei a cair. O chocolate ficou ainda mais amassado, mas o cheiro e o sabor estavam intactos. Como não há duas sem três, não reparei num buraco no passeio. Tropecei, rodopiei, fiz uma pirueta, cambalhota, flic-flac e outros exercícios acrobáticos, mas consegui não deixar cair o chocolate ao chão. Infelizmente, como diz o provérbio, “o que faz o ladrão é a ocasião”, estava-me a endireitar, quando uma gaivota, em voo rasante, rouba-me o chocolate.
Lamento, mas não poderei entregar o prémio, fui vítima de uma gaivota oportunista e gulosa. Ainda lhe consegui ver bem o bico, corri atrás dela e tirei-lhe fotografias para a identificar.
Amanhã coloco a primeira de três fotografias que lhe tirei, para que possa possam ir atrás dela reclamar o prémio, ou então para fazer um arroz de gaivota, com fondue de chocolate.

Yashica Mat 124G
Kodak Tri-X 400
f/4
1/60 s
Mercado do Bolhão, Porto, 11-06-2014

17 comentários:

  1. Lembra-me o Bolhão, mas não estou nada certo.

    ResponderEliminar
  2. Escadaria do Bolhão, quero o meu prémio de preferência a fabrica da Regina
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Já eu não faço ideia onde possa ser, calculo que deve ser aí para o norte, portanto não posso reclamar coisa nenhuma :P
    resta-me dizer que gostei do primeiro plano do corrimão e do desfoque do restante. Uma foto bem conseguida.

    ResponderEliminar
  4. Eu tb não faço a mínima ideia onde fica e por falar em fica, por mim podes ficar com o chocolate a bicicleta e mais o que te vier a apetecer, é muito bem merecido. Grande foto, faz-me lembrar um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Não! Não! Não! Não! Não! Não! Não! Não! Não! Não! Não! Não!
    Não pode ser... O que está pensado, está pensado. Ser homem que volta com o pensamento atrás, é não bom homem.

    Isto é a escadaria do mercado do bolhão, e até estou inclinado a dizer que é a escadaria do lado oeste.
    No meu tasco, tenho uma versão mais subida deste enquadramento.

    Não quero a fábrica Regina, só quero o meu chocolatinho...
    Quando é que posso ir levanta-lo?!
    Se o chocolatinho não vier para a minha mãozinha, sou "home" para ir fazer-lhe uma espera com um vime na mão (ia dizer pau, mas poderia ser mal interpretado)...
    :-P

    ResponderEliminar
  6. mal vi a foto, até cheirou a bolhão!!! a foto é realmente um bom prémio, mas com um chocolate para ir dando umas dentadas enquanto contemplava a foto ainda era melhor :D
    boa foto. em médio formato a profundidade de campo é magnifica!

    ResponderEliminar
  7. Pois, eu não adivinharia... mas por qualquer razão pareceu-me vagamente familiar...
    Mistério resolvido... foi mesmo no tasco do Remus, que já tinha visto outra perspectiva desta escadaria.
    Sendo assim, não tenho direito ao prémio... mas é com uma enorme satisfação, que digo que a foto está espectacular, com uma perspectiva ultra bem escolhida...
    Aleluia!... Começo a converter-me, por aqui... com fotos assim...
    Até acho que o nosso Arcebispo, devia ser promovido a Cardeal... por este andar...
    Um abraço, irmão...
    Ana

    ResponderEliminar
  8. Hoje de manhã bem cedinho, meti-me a caminho para ir pessoalmente entregar o prémio. Infelizmente, devido à chuva o piso estava escorregadio e caí. Amassei um bocadinho o chocolate, mas ainda dava para comer. Poucos passos adiante, não reparei numa casca de banana e tornei a cair. O chocolate ficou ainda mais amassado, mas o cheiro e o sabor estavam intactos. Como não há duas sem três, não reparei num buraco no passeio. Tropecei, rodopiei, fiz uma pirueta, cambalhota, flic-flac e outros exercícios acrobáticos, mas consegui não deixar cair o chocolate ao chão. Infelizmente, como diz o provérbio, “o que faz o ladrão é a ocasião”, estava-me a endireitar, quando uma gaivota, em voo rasante, rouba-me o chocolate.
    Lamento, mas não poderei entregar o prémio, fui vítima de uma gaivota oportunista e gulosa. Ainda lhe consegui ver bem o bico, corri atrás dela e tirei-lhe fotografias para a identificar.
    Amanhã coloco a primeira de três fotografias que lhe tirei, para que possa possam ir atrás dela reclamar o prémio, ou então para fazer um arroz de gaivota, com fondue de chocolate.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não! Não! Não! Não! Não! Não! Não! Não! Não! Não! Não! Não!
      Não aceito desculpas. Se o chocolate foi roubado, compra outro para me oferecer.
      Com ofertas de chocolates não se brinca. Já existiu gente que morreu por menos...
      :-)

      QUERO O MEU XICOLATE!!!

      Eliminar
    2. Fiquei demasiado traumatisado com esta história.
      Não me arrisco mais com chocolates. Se a desgraçada gulosa-ladra gaivota me vê outra vez com um chocolate, de certeza que sou outra vez roubado. Não arrisco.

      Eliminar
  9. Que história mais maluca esse Questiuncas... Uma queda vá lá, duas tudo bem... mas três tombos já e demais...
    E a gaivota se fez de sorro manso (esse é um provérbio brasileiro, mais precisamente do estado do Rio Grande do Sul) para roubar o alheio...
    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As gaivotas portuguesas são um perigo.
      Um abraço

      Eliminar
  10. Estava na 'casa' da Ana Freire e tenho o péssimo (ou talvez não tão péssimo). hábito de ler comentários dos amigos dos amigos e daí o Remus(pra variar) deixava um link que me despertou a curiosidade e vim espreitar .
    Foi bom porque também adoro chocolate mas não acertaria mesmo onde essa escadaria vai dar...rs
    No entanto vou adorar ver as fotos seguintes _ da gaivota gulosa_ Será verdade ou piada? rs
    Bonita foto, bonito todo o blog.
    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acha que eu era capaz de inventar uma história destas só para não dar um chocolate?
      Pensando bem, é melhor não perguntar.

      Eliminar
  11. Pois eu também reconheci logo o Bolhão e quero cá o meu chocolate! De preferência preto e de 500gr.
    1 bj

    ResponderEliminar
  12. Só lá estive uma vez, mas julgo ser a escadaria do Bolhão. Vais mesmo te de assaltar uma fábrica de chocolates com tanta resposta certeira. Quanto à foto, faz justiça a essa linda escadaria, até parece que toda ela dança. Bem escolhido o foco no corrimão em 1º plano.

    ResponderEliminar