segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

Ele vem aí




- Pai, é verdade que ele anda por aí? Perguntou a jovem criança, com uma voz trémula, enquanto espreitava pelas ameias do castelo.
- Fala baixo que ele ainda nos ouve. É verdade, não pára um segundo. Anda a vasculhar por toda a cidade, olha para todas as pessoas com uns olhos assustadores. – disse o pai a sussurrar – Não espreites que ele ainda te vê.
- Mas pai, porque é que não lhe dás o xicolate?
- Sabes, ele é uma espécie de monstro das bolachas, mas só de xicolates. Não adianta dares um xicolate, ele quer uma fábrica deles. Agora virou-se novamente para os xicolates, mas antes já foi um mini-monstrodas bolachas, mas começou a enjoar um bocadito e por cada dentada numa bolacha dava três dentadas em xicolate. Para ajudar a digestão, dizia que uma precisava de uma grade de Jolas. Passado algum tempo, descobriu que podia juntar num só, os biscoitos e o xicolate. Foram gigantes momentos de doçura. E quando descobriu as gulosices coloridas!!! Andava sempre com os beiços multicolores. É claro que quando provou uns simples biscoitos, já não achou nada de especial, mas se fossem regados com uma certa bebida, eram comidos às toneladas.
Havia um doce que ele recusava-se a acompanhar com qualquer bebida, só podia ser aquela marca, daquele ano. A última vez que ouvi falar das suas monstruosidades, foi quando criou uma sande muito esquisita.
Pensei que nunca mais ia saber dele, mas pelos vistos ele voltou.
Baixa-te, que ele vem aí.....


Yashica Mat 124G
Kodak Tri-X 400
f/11
1/250 s
Castelo do Queijo, Porto, 13-09-2014

quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

É o que se arranja

Certo senhor, pensa que lhe devo um xicolate.
Certo senhor, sabe que o ser humano festeja o seu aniversário uma vez por ano.
Certo senhor, sabe que nesse dia deve haver festa.
Certo senhor, sabe que nessa festa devem haver bolos.
Certo senhor, sabe que nessa festa devem haver diversos bolos com xicolate.
Certo senhor, deve saber que esses bolos levam diversos tipos de xicolate.
Certo senhor, deve saber que há bolos que levam MUITO XICOLATE
MUITO, MUITO XICOLATE


Certo senhor, sabe que as pessoas gostam muito de xicolate. 
No final da festa só sobram:

O xicolate acabou, ficaram as pipocas que também são doces. É o que se arranja...

quarta-feira, 19 de Novembro de 2014

Fotografia enche-chouriços


Enquanto não dou a resposta apropriada a um certo senhor muito guloso, aqui fica uma fotografia do Mercado do Bolhão onde é visivel o seu lamentável estado.

Yashica Mat 124G
Kodak Tri-X 400
f/16
1/250 s
Mercado do Bolhão, Porto 11-06-2014

segunda-feira, 17 de Novembro de 2014

Porta e afins 95 - Porta do carro grafiti

Porta do carro grafiti
Rua Gonçalo Cristóvão, Porto

Felizmente no Porto vai-se encontrando. cada vez mais, grafitis de qualidade.

quarta-feira, 12 de Novembro de 2014

Notícia de última hora


É o destino. 
Pela terceira vez que tento entregar o xicolate ao Remus, mas há sempre algo que impede de concretizar essa prioritária missão.
Desta vez, foi o Monstro das Bolachas. Já cansado da dieta rigorosa, e não encontrando nenhuma bolacha por perto, esse Monstro viu-me com o xicolate de elevado teor em cacau (superior a 80%) que ia entregar ao Remus
Não me lembro de mais nada, só sei que quando dei por mim, vi o Poupas, o Egas e o Becas a correram atrás desse monstro para que ele me devolve-se o chocolate. Num último olhar, vi esse Monstro a meter o chocolate todo na boca de uma só vez e a desaparecer.
Desisto, já não tenho forças anímicas nem físicas para entregar o xicolate. Pode o Remus ameaçar-me com magia negra, mas por muita vontade que tenha, há outras forças superiores que impendem esta entrega.

Halina Paulette Electric
Kodak T-Max 100
Estátua de "o Ardina"
Praça da Liberdade, Porto